Trabalhadores do Comércio Retalhista do Distrito de Coimbra, têm novos salários!

Desde 2009, que os trabalhadores deste sector não tem qualquer aumento salarial. Graças à persistência do nosso sindicato, foi possível, após um longo processo negocial, chegar a acordo com as Associações Comerciais de Coimbra (ACIC) e Figueira da Foz (ACIFF).


Esta CCT abrange todas as empresas e respectivos trabalhadores que no distrito de Coimbra se dediquem ao Comércio a Retalho. + informação

De 15 de Agosto a 15 de Setembro temos limitações no funcionamento das delegações de Faro e Portimão

As delegações de Faro e Portimão vão ter horários de funcionamento  limitados, estando menos dias abertas, sendo que a delegação de Faro é a mais afectada pelas férias, de 17 de Agosto a 11 de Setembro.
Para assegurar o funcionamento de Faro, é preciso reduzir os dias de funcionamento da delegação de Portimão nos dias 18, 25 de Agosto e 1 e 8 de Setembro e ainda algumas manhãs, na semana de 24 a 28 de Agosto. + informação

Folha sindical Algarve.pdf
Adobe Acrobat Document [389.5 KB]
Download

Saudação aos Trabalhadores da Logística Sonae na Maia

A Direcção Nacional do CESP saúda a justa luta dos trabalhadores da Logística Sonae, na Maia, com vista à melhoria das suas condições de vida e trabalho.

Face às posições da empresa em não responder positivamente às reivindicações apresentadas pelos trabalhadores, o caminho que restava era o da luta por melhores salários e condições de trabalho. + Informação

Greve na Logística do Continente da Maia dias 28, 29, 30 e 31 de Julho e 1 de Agosto

Na sequência da greve relizada em Junho pelos trabalhadores da Continente Logística, na Maia, os trabalhadores da Logística realizaram dois plenários que foram extremamente participados e combativos.

 

Face à ausência de resposta por parte da empresa, que continua a não atender às principais reivindicações apresentadas no caderno reivindicativo que foi entregue, os trabalhadores decidiram unanimemente, manter os dias de greve já aprovados para os dias 28, 29, 30 e 31 de Julho e ainda 1 de Agosto, greve esta que, tal como a que se efectuou em Junho, será de duas horas em cada turno.

 

Os trabalhadores exigem uma resposta positiva da empresa e manifestam total disponibilidade para o continuar da luta caso a empresa não acolha as justas reivindicações que apresentaram.

 

Por melhores salários!

Por melhores condições de trabalho!

Comércio a Retalho do distrito de Setúbal

NOVOS SALÁRIOS a partir de 1 de Julho de 2015

Comércio a Retalho do distrito de Setúbal - Novos salários a partir de 1 de Julho de 2015

Ao fim do um processo negocial longo, foi possível chegar a acordo para a revisão global do Contrato Colectivo de Trabalho e tabelas salariais para o ano de 2015.


O CESP e as associações patronais acordaram ainda em requerer a  Portaria de Extensão do CCT e dos salários a todos os trabalhadores de todas as empresas do comércio a retalho do distrito de Setúbal a partir de 1 de Julho de 2015. + informação

É necessário o aumento dos salários e o respeito pelos direitos dos trabalhadores do Pingo Doce

EMPRESA NÃO DÁ RESPOSTA ÀS REIVINDICAÇÕES

Na sequência das reuniões e contactos da estrutura
sindical nos locais de trabalho, as reivindicações dos trabalhadores do Pingo Doce para 2015 foram entregues à empresa em Abril e a única resposta que o Pingo Doce deu ao CESP foi: “não ter disponibilidade para reunir nas datas propostas”(!)

 

+ informação


22 de Julho - Concentração na Assembleia da República

Prosseguir com a luta contra a exploração e o empobrecimento

Proposta de Acordo de Empresa A Loja do Gato Preto em discussão

Proposta de Acordo Empresa A Loja do Gato Preto em discussão

Pela melhoria das condições de trabalho, carreiras e salários

 

A proposta de A.E. A Loja do Gato Preto visa melhorar as condições de trabalho, prevenir e eliminar as dificuldades. Também facilita a gestão dos recursos humanos, uniformizando, a nível nacional, as regras e normas, possibilitando uma regulação adaptada às condições e características da empresa, da qual os trabalhadores participam. + informação

Portaria de Condições de Trabalho (PCT) para os Trabalhadores Administrativos

Aumento dos Salários dos Trabalhadores Administrativos

Portaria de Condições de Trabalho (PCT) para os Trabalhadores Administrativos

A Comissão Técnica do Ministério do Trabalho para a revisão de 2015 da PCT para os Trabalhadores Administrativos finalmente reuniu após 4 anos sem qualquer actualização da tabela salarial (apesar da insistência e pressão constante do CESP/FEPCES para a sua constituição, a última revisão da PCT foi em 2011,  publicada em 2012 e com efeitos a 1 de Abril 2012).

+ informação

Brisa confirma na DGERT discriminação dos trabalhadores por ato de gestão

Os representantes da Brisa na reunião de Conciliação na DGERT, no passado dia 25 de Junho, confirmaram que a discriminação dos sócios do CESP e trabalhadores não sindicalizados, não lhe atualizando os salários, não pagando o cheque educação e vedando-lhe acesso às inspeções automóveis, foi feita por simples facto premeditado de gestão da Administração da Brisa, quando chamaram para a conciliação os representantes das organizações, com as quais pressupostamente tinham fechado acordo. + informação

 

LUSOPONTE: NOVOS SALÁRIOS ACORDADOS EM VIGOR DESDE 1 de Janeiro 2015

Após quatro reuniões de negociação foi
possível concretizar o acordo para revisão
das matérias de expressão pecuniária.
Para além da Tabela salarial que damos a conhecer no verso desta informação, importa saber que foram, igualmente, revistos e com efeitos a 1 de Janeiro de 2015, os valores do:
Abono para falhas: €1,82(4)/dia,e Subsídio de Alimentação: 8,72€/dia. + informação

Grossistas de Produtos Químicos e Farmacêuticos (Sul):

Foi publicada a revisão do CCT como novos salários e subsídio de refeição

Continuam em vigor todos os direitos consagrados no CCT Junho 2015

 

A FEPCES/CESP concluiu o acordo de revisão e
actualização dos salários e do subsídio de refeição do CCT, ambos com efeitos retroactivos a 1 de Janeiro de 2015.


Aumento dos salários e do subsídio de refeição. + informação

VIGILÂNCIA: CONTRATO COLECTIVO DE TRABALHO (CCT) ASSINADO ENTRE STAD/CESP-FEPCES E AS ASSOCIAÇÕES PATRONAIS, CONTINUA EM VIGOR!

VIGILÂNCIA: CONTRATO COLECTIVO DE TRABALHO (CCT) ASSINADO ENTRE STAD/CESP-FEPCES E AS ASSOCIAÇÕES PATRONAIS, CONTINUA EM VIGOR!

O Contrato Colectivo de Trabalho (CCT), assinado
entre o STAD/CESP/FEPCES, e as associações patronais contínua em vigor. NÃO CADUCOU!


As negociações do CCT da Vigilância privada continuam com reuniões de conciliação no Ministério da Solidariedade Social e Emprego.


Até hoje, já se realizaram quatro reuniões e pouco foi avançado, muito pela intransigência dos representantes dos patrões. + informação

OS TRABALHADORES DA LOGÍSTICA SONAE LUTAM POR AUMENTO DOS SALÁRIOS!

PARTICIPA NA GREVE NOS DIAS 17, 18, 19, 20 E 21 DE JUNHO

No próximo dia 17 de Junho de 2015, pelas 15h00m, dá-se início à greve de 2 horas por turno com início e fim de todos os turnos nos dias 17, 18, 19, 20 e 21 de Junho de 2015, com continuação prevista em finais de Julho e de Agosto de 2015, caso não sejam satisfeitas as reivindicações dos trabalhadores.

Os trabalhadores reunidos em plenário decidiram esta luta pela melhoria dos seus salários e estão determinados em realizar todas as lutas que sejam necessárias de forma a que a empresa olhe para estes trabalhadores de forma diferente. + informação

A luta continua pelo aumento dos salários, horários humanizados, respeito pelos direitos e dignidade de quem trabalha e vive cada mês com mais dificuldades

Saudamos pela sua firmeza, confiança e determinação, os milhares e milhares de trabalhadores da grande distribuição que, não foram trabalhar no dia 1.º de Maio, manifestando o seu descontentamento com a degradação dos salários, empobrecimento, e condições de trabalho, e em muitas casos com o desrespeito pelos direitos, dignidade e promessas não cumpridas. + informação

Modelo Continente: POR MELHORES CONDIÇÕES DE TRABALHO, AUMENTO DOS SALÁRIOS E DOS SUBSÍDIOS

Reunião do Secretariado Nacional
No passado dia 21 de Maio de 2015 realizou-se uma reunião dos membros do Secretariado Nacional que acompanham as lojas do Grupo Sonae – Modelo, Continente, Worten, Well’s, Modalfa, etc. para fazer o balanço do que se passa nas lojas, nos dias de hoje, e para discutir as reivindicações dos trabalhadores para 2015.

Participa assinando e apoiando o caderno reivindicativo!
Dá mais força às reivindicações!

+ informação

Todos os trabalhadores das Misericórdias estão abrangidos por convenções colectivas de trabalho

 

Ninguém é obrigado a aceitar aumento de horário para as 40 horas e retirada de um dia de descanso semanal, excepto, se for sindicalizado em sindicato que assinou acordos com aumento de horários e corte de dias de descanso.

 

+ informação

IPSS´s - Acordo: Aumento dos salários e subsídio de refeição a partir de 1 de Janeiro de 2015

Desacordo: Sobre
aumento de horários,
redução do valor do
trabalho em dia feriado,
suspensão da progressão
das carreiras docentes
e aumento das
diuturnidades

 

Na reunião de 4 de Junho o CESP/FEPCES e a CNIS fecharam um acordo de princípio, positivo, sobre o aumento dos salários e subsídios de refeição para os trabalhadores da tabela A das IPSS’s. + informação

DHL: Com a Luta dos Trabalhadores os aumentos chegaram, mas… baixos e sem muito critério

A luta deu resultados! Segundo nos foi informado na reunião com a empresa, os aumentos serão atribuídos com base na avaliação de desempenho do trabalhador.
Mesmo não agradando a todos os trabalhadores, e não agrada, a verdade é que não fosse a união e disponibilidade
dos trabalhadores para a luta, o  reconhecimento da justeza das reivindicações não estaria aí. + informação

Finalmente foi publicada a portaria de extensão do Contrato Colectivo do Comércio Retalhista do Distrito do Porto  

AUMENTOS SALARIAIS A PARTIR DE 1 DE MAIO DE 2015

 

No dia 8 de Maio foi publicada no BTE n.º 17 a Portaria de Extensão do Contrato Colectivo que se aplica a todas as empresas do comércio a retalho não filiadas nas associações dos comerciantes do distrito do Porto. + informação

Não podemos ganhar tão pouco no Comércio a Retalho de Lisboa!!

Os trabalhadores de Lisboa também têm direito a carreira e progressão salarial que os afaste do Salário Mínimo Nacional

 

Tendo em conta a última  contraproposta da União das  Associações do Comércio e 

Serviços (UACS), de 2,5% de aumento sobre a última tabela salarial publicada (2008), o CESP apresentou a proposta de tabela salarial que divulgamos, para assegurar a actualização dos nossos salários e que à evolução da nossa categoria corresponda a actualização do nosso vencimento base. + informação

Lusoponte: Decorrem as negociações para revisão dos salários e cláusulas pecuniárias para o ano de 2015

Após a 3ª reunião, no passado dia 5 de Maio de 2015, as posições continuam divergentes, e são as seguintes:
Posição do CESP
− 2,5% de actualização na tabela e salários praticados
− fixação do subsídio de refeição em 8,82 euros por dia
− fixação do abono para falhas de caixa em 1,85 euros por dia
Posição da Lusoponte
− 0,7% de actualização na tabela salarial
− fixação do subsídio de refeição em 8,66 euros por dia
− fixação do abono para falhas de caixa em 1,82(3) euros por dia + informação

Comunicado 3 - Lusoponte .pdf
Adobe Acrobat Document [81.3 KB]
Download

Muitas lojas fecharam no 1.º de Maio


MILHARES DE TRABALHADORES NÃO SE APRESENTARAM AO TRABALHO

GREVE NOS SUPER E HIPERMERCADOS, ARMAZÉNS E LOJAS ESPECIALIZADAS
1 DE MAIO 2015

A Greve foi declarada tendo por objectivos imediatos:
  • Tornar público o descontentamento generalizado com as condições de trabalho e salariais;
  • Rejeitar as propostas das empresas para reduzir rendimentos e empobrecer mais trabalhadores, desorganizar ainda mais a vida pessoal e familiar, tornar ainda mais penosa a vida de quem trabalha no sector e agravar ainda mais as condições que deterioram a saúde através de horários ainda mais flexíveis e desregulados, com mudanças diárias (oscilações) e a imposição de trabalho a mais, a pretexto da adaptabilidade;
  • Exigir a actualização dos salários com base nos valores médios praticados, acabando com as assimetrias regionais injustificadas, repondo as diferenças entre níveis de qualificação e antiguidade, integrando categorias de igual qualificação nos mesmos níveis;
  • Exigir que os operadores de armazém das logísticas, das cadeias de distribuição, sejam enquadrados nos mesmos níveis de qualificação dos operadores de loja, com os mesmo níveis salariais.  + informação
Folha Sindical Grande Distribuição 1º de
Adobe Acrobat Document [668.7 KB]
Download
Pré-aviso de Greve Grande Distibuição.pd
Adobe Acrobat Document [101.9 KB]
Download
Resolução.pdf
Adobe Acrobat Document [131.9 KB]
Download

Carta Aberta ao Presidente do Conselho de Administração da Brisa:


#Carta Aberta Brisa 27Abril2015.pdf
Adobe Acrobat Document [65.8 KB]
Download

25 de Abril de 2015:

É urgente o aumento dos salários para diminuir a pobreza em que vivemos - A proposta das empresas não é aceitável  

Na sequência da proposta de aumentos salariais que o CESP enviou à União das Associações do Comércio e Serviços de Lisboa (UACS), para pôr fim à situação de estarmos a efectuar a nossa actividade profissional em graves condições de injustiça e desigualdade, vimos informar os aspectos relevantes do conteúdo da contraproposta que recebemos da UACS no sentido de todos se poderem pronunciar sobre a mesma.

+ informação

Grande Distribuição:

Trabalhadores do Auchan lutam pelo aumento dos salários e subsídios

Discutiram-se as reivindicações dos trabalhadores em reunião entre o Secretariado Nacional do CESP e o Auchan representado pela DRH:

  • Aumentos salariais;
  • Subsídio de acidente de trabalho;
  • Subsídio de refeição;
  • Seguro de Saúde;
  • Complemento do subsídio de baixa médica

+ informação

DHL: Caderno Reivindicativo 2015 discutido com a empresa

Reforçar a unidade dos trabalhadores na luta por melhores salários e condições de trabalho é uma necessidade!

A Comissão Sindical apresentou e defendeu a proposta dos trabalhadores no dia 25 de Fevereiro de 2015 com a Direcção da DHL no armazém da DHL de Alverca, onde foi discutido o caderno reivindicativo dos trabalhadores da DHL.

+ informação

Postos de Abastecimento de Combustível e Garagens: Novos salários a partir de 1 de Janeiro de 2015

Após longo processo negocial, foi possível chegar a acordo com associação patronal para revisão da tabela salarial e subsídios a partir de 1 de Janeiro de 2015.
Foi ainda revisto o clausulado geral do CCT, definindo regras mais concretas para a organização do tempo de trabalho e dias de descanso semanal, factor fundamental
para o dia a dia dos trabalhadores do sector
e incluídas as categorias profissionais e descritivos funcionais dos trabalhadores das empresas instaladoras de gás, que até ao momento não tinham enquadramento em nenhuma convenção colectiva de trabalho. + informação

Trabalhadores da Misericórdia de Vila do Bispo reúnem de urgência preocupados com problemas que afectam a instituição

Os trabalhadores da Misericórdia de Vila do Bispo reúnem hoje, dia 2 de Abril, às 15,30 horas, nas instalações da sede da Misericórdia, preocupados com a grave situação que atravessa a Misericórdia que pode por em causa o seu futuro e dos postos de trabalho.

A Assembleia Geral da Misericórdia convocada para 4 de Abril, para destituir os membros da Mesa é o culminar dum processo altamente preocupante para o futuro da Misericórdia.

Jovens de todo o país manifestaram-se pelo trabalho com direitos

No Dia Nacional da Juventude foram muitos os jovens que saíram à rua manifestando-se contra a precariedade e a exploração, culminado no Largo do Camões, em Lisboa, a semana de luta organizada pela Interjovem da CGTP-IN intitulada "Juventude em Marcha".

Uma marcha que começou na segunda-feira e durante os seguintes cinco dias levou, de norte a sul do país, junto dos jovens trabalhadores, aos seus locais de trabalho, as razões e os motivos pelos quais estes deveriam participar nesta acção de luta. Uma luta pelo trabalho com direitos, contra a precariedade dos vínculos que atinge milhares de jovens trabalhadores e que promove os baixos salários. Uma luta por uma vida melhor. Uma luta porque vencer é nunca desistir.

Trabalhadores da União das Misericórdias protestam em Fátima

Trabalhadores da União das Misericórdias Portuguesas - Centro João Paulo II em Fátima Concentram-se dia 28 de Março, entre as 11h e as 12h frente às instalações

 

Há cerca de um ano que Presidente, Secretariado, Técnicos da UMP e Direcção do Centro de Apoio a Deficientes João Paulo II em Fátima fazem "ouvidos de mercador" às denuncias do CESP de irregularidades que afectam utentes e trabalhadores. + informação

Aumento dos salários para diminuir a pobreza em que vivemos  

Retomadas negociações para a actualização dos salários dos trabalhadores dos super’s, hiper’s, lojas especializadas, armazéns e logísticas da grande distribuição

+ informação

Trabalhadores da SONAE SR e SONAE MC continuam a exigir a satisfação das suas reivindicações

Os trabalhadores da SONAE SR e MC reunidos em Plenário Geral/Concentração no dia 23 de Março de 2015, frente à empresa no Espadanal, Azambuja, decidem informar a SONAE SR e a SONAE MC que não aceitam as respostas das empresas ao Caderno Reivindicativo e continuam a exigir a satisfação das suas reivindicações.

+ informação

Brisa: Negociações bloqueadas pelas empresas

Após mais uma ronda negocial decorrida no dia 19 de Março, vem a CNS FEPCES/CESP informar os trabalhadores dos desenvolvimentos do processo negocial.

 A FEPCES/CESP mantém a sua posição de 2,5% na tabela salarial. Continua aguardar por parte das empresas que se encontram em 0,5% na tabela salarial e restantes pecuniárias uma evolução. + informação

Brisa: Onde Está A Responsabilidade Social?

Brisa: Onde Está A Responsabilidade Social?

 

Após mais uma ronda negocial decorrida no dia 12 de Março, vem a CNS FEPCES/CESP informar os trabalhadores dos desenvolvimentos do processo negocial.

 

+ informação

BRISA dos MILHÕES dá TOSTÕES


Após as reuniões de negociação ocorridas nos dias 4 e 5 do corrente mês, vem a CNS FEPCES/CESP informar os trabalhadores dos desenvolvimentos do processo negocial.


+ Informação

Basta de mentiras

O Primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, esteve 5 anos (entre 1999 e 2004) sem pagar as contribuições devidas para a Segurança Social e, quando confrontado com esta situação de incumprimento, insiste em alegar que "não tinha consciência que essa obrigação era devida durante esse período".

Como é óbvio, estamos perante uma mentira grosseira: em primeiro lugar, porque ninguém acredita que Pedro Passos Coelho, deputado à Assembleia da República, Presidente do PSD e agora Primeiro-ministro, desconheça a existência desta obrigação básica de todos os trabalhadores e entidades patronais deste país; depois, porque é sabido que a ignorância da lei não pode ser invocada por nenhum cidadão para justificar o incumprimento de qualquer obrigação legal, sob pena de estar encontrado o argumento para violar impunemente toda e qualquer lei em vigor. CGTP-IN + informação

Garante os teus direitos. Sindicaliza-te
Garante os teus direitos. Sindicaliza-te
CESP Notícias
Contactos CESP
Inquérito / Denúncia
Interjovem - CESP Jovem
Aplicação CESP para Telemóvel
CGTP-IN
Seguradora Liberinter
A luta pela redução dos horários de trabalho

_