Loading

Grande Distribuição:

Trabalhadores do Auchan lutam pelo aumento dos salários e subsídios

Discutiram-se as reivindicações dos trabalhadores em reunião entre o Secretariado Nacional do CESP e o Auchan representado pela DRH:

  • Aumentos salariais;
  • Subsídio de acidente de trabalho;
  • Subsídio de refeição;
  • Seguro de Saúde;
  • Complemento do subsídio de baixa médica

+ informação

DHL: Caderno Reivindicativo 2015 discutido com a empresa

Reforçar a unidade dos trabalhadores na luta por melhores salários e condições de trabalho é uma necessidade!

A Comissão Sindical apresentou e defendeu a proposta dos trabalhadores no dia 25 de Fevereiro de 2015 com a Direcção da DHL no armazém da DHL de Alverca, onde foi discutido o caderno reivindicativo dos trabalhadores da DHL.

+ informação

Postos de Abastecimento de Combustível e Garagens: Novos salários a partir de 1 de Janeiro de 2015

Após longo processo negocial, foi possível chegar a acordo com associação patronal para revisão da tabela salarial e subsídios a partir de 1 de Janeiro de 2015.
Foi ainda revisto o clausulado geral do CCT, definindo regras mais concretas para a organização do tempo de trabalho e dias de descanso semanal, factor fundamental
para o dia a dia dos trabalhadores do sector
e incluídas as categorias profissionais e descritivos funcionais dos trabalhadores das empresas instaladoras de gás, que até ao momento não tinham enquadramento em nenhuma convenção colectiva de trabalho. + informação

Trabalhadores da Misericórdia de Vila do Bispo reúnem de urgência preocupados com problemas que afectam a instituição

Os trabalhadores da Misericórdia de Vila do Bispo reúnem hoje, dia 2 de Abril, às 15,30 horas, nas instalações da sede da Misericórdia, preocupados com a grave situação que atravessa a Misericórdia que pode por em causa o seu futuro e dos postos de trabalho.

A Assembleia Geral da Misericórdia convocada para 4 de Abril, para destituir os membros da Mesa é o culminar dum processo altamente preocupante para o futuro da Misericórdia.

Jovens de todo o país manifestaram-se pelo trabalho com direitos

No Dia Nacional da Juventude foram muitos os jovens que saíram à rua manifestando-se contra a precariedade e a exploração, culminado no Largo do Camões, em Lisboa, a semana de luta organizada pela Interjovem da CGTP-IN intitulada "Juventude em Marcha".

Uma marcha que começou na segunda-feira e durante os seguintes cinco dias levou, de norte a sul do país, junto dos jovens trabalhadores, aos seus locais de trabalho, as razões e os motivos pelos quais estes deveriam participar nesta acção de luta. Uma luta pelo trabalho com direitos, contra a precariedade dos vínculos que atinge milhares de jovens trabalhadores e que promove os baixos salários. Uma luta por uma vida melhor. Uma luta porque vencer é nunca desistir.

Trabalhadores da União das Misericórdias protestam em Fátima

Trabalhadores da União das Misericórdias Portuguesas - Centro João Paulo II em Fátima Concentram-se dia 28 de Março, entre as 11h e as 12h frente às instalações

 

Há cerca de um ano que Presidente, Secretariado, Técnicos da UMP e Direcção do Centro de Apoio a Deficientes João Paulo II em Fátima fazem "ouvidos de mercador" às denuncias do CESP de irregularidades que afectam utentes e trabalhadores. + informação

Aumento dos salários para diminuir a pobreza em que vivemos  

Retomadas negociações para a actualização dos salários dos trabalhadores dos super’s, hiper’s, lojas especializadas, armazéns e logísticas da grande distribuição

+ informação

Trabalhadores da SONAE SR e SONAE MC continuam a exigir a satisfação das suas reivindicações

Os trabalhadores da SONAE SR e MC reunidos em Plenário Geral/Concentração no dia 23 de Março de 2015, frente à empresa no Espadanal, Azambuja, decidem informar a SONAE SR e a SONAE MC que não aceitam as respostas das empresas ao Caderno Reivindicativo e continuam a exigir a satisfação das suas reivindicações.

+ informação

Brisa: Negociações bloqueadas pelas empresas

Após mais uma ronda negocial decorrida no dia 19 de Março, vem a CNS FEPCES/CESP informar os trabalhadores dos desenvolvimentos do processo negocial.

 A FEPCES/CESP mantém a sua posição de 2,5% na tabela salarial. Continua aguardar por parte das empresas que se encontram em 0,5% na tabela salarial e restantes pecuniárias uma evolução. + informação

Brisa: Onde Está A Responsabilidade Social?

Brisa: Onde Está A Responsabilidade Social?

 

Após mais uma ronda negocial decorrida no dia 12 de Março, vem a CNS FEPCES/CESP informar os trabalhadores dos desenvolvimentos do processo negocial.

 

+ informação

BRISA dos MILHÕES dá TOSTÕES


Após as reuniões de negociação ocorridas nos dias 4 e 5 do corrente mês, vem a CNS FEPCES/CESP informar os trabalhadores dos desenvolvimentos do processo negocial.


+ Informação

Basta de mentiras

O Primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, esteve 5 anos (entre 1999 e 2004) sem pagar as contribuições devidas para a Segurança Social e, quando confrontado com esta situação de incumprimento, insiste em alegar que "não tinha consciência que essa obrigação era devida durante esse período".

Como é óbvio, estamos perante uma mentira grosseira: em primeiro lugar, porque ninguém acredita que Pedro Passos Coelho, deputado à Assembleia da República, Presidente do PSD e agora Primeiro-ministro, desconheça a existência desta obrigação básica de todos os trabalhadores e entidades patronais deste país; depois, porque é sabido que a ignorância da lei não pode ser invocada por nenhum cidadão para justificar o incumprimento de qualquer obrigação legal, sob pena de estar encontrado o argumento para violar impunemente toda e qualquer lei em vigor. CGTP-IN + informação

Semana da Igualdade - 2 a 8 de Março

A Semana da Igualdade convocada pela CGTP-IN, sob o lema "Efectivar a Igualdade – Com Emprego de Qualidade", irá decorrer em todo o País entre 2 e 8 de Março.  Para além das iniciativas ao longo da semana, nos locais de trabalho e na rua, a participação dos Sindicatos e das mulheres trabalhadoras terá o momento alto no dia 7 de Março (Manifestação Nacional Descentralizada). CGTP-IN + informação

O futuro do país passa por mais e melhor emprego

O memorando da troika chegou ao fim, mas a política de direita e a ingerência externa continuam e são responsáveis pela situação dramática em que vive grande parte da população.

 

Ao contrário do que afirma o Governo do PSD-CDS, o país não está melhor. O desemprego, a precariedade do emprego, a redução brutal dos rendimentos, a ausência de prestações de desemprego para a maioria dos desempregados, o empobrecimento generalizado dos trabalhadores e das suas famílias, dos reformados e pensionistas, o ataque ao Serviço Nacional de Saúde, e a outras funções sociais do Estado, provocaram uma crise social em várias regiões do país, que importa combater e erradicar quanto antes.

CGTP-IN    + informação

El Corte Inglês não quer discutir as reivindicações dos trabalhadores

A ECI não quer discutir as nossas reivindicações,
apresentadas em Dezembro:

  • Aumento dos salários e do subsídio de refeição;
  • Correcção dos horários ilegais, prejudiciais à vida e saúde dos trabalhadores;
  • Melhoria das condições de trabalho.

+ informação

Trabalhadores da Brisa não abdicam dos seus direitos

A FEPCES/CESP relembre que os imperativos da lei não podem ser apenas para quando convém ou advém mais valias para os acionistas.
A FEPCES/CESP, não desiste das suas propostas para as quais se encontra mandatada pelos trabalhadores.

+ informação

Trabalhadores da Logística da Sonae da Maia exigem aumentos salariais

Realizou-se no dia 19 de Fevereiro de 2015, um plenário de trabalhadores da Logística da Sonae da Maia com a presença de 52 trabalhadores, onde se fez um balanço da greve realizada no dia 18 de Dezembro de 2014, da enorme participação dos trabalhadores na Jornada de Luta e se informou o plenário da reunião com a Directora da Logística no dia 13 de Fevereiro e dos resultados positivos que já se verificaram ao resolverem algumas das reivindicações dos trabalhadores. + informação

Trabalhadores do AKI: Defender e exercer os direitos - garantia de futuro

Trabalhadores da FNAC: Defender e exercer os direitos - garantia de futuro

Tem sido hábito por parte do AKI mudarmos constantemente de horários. A desculpa é sempre a mesma: "estamos com falta de pessoal...". Pois, já passaram tantos meses depois do despedimento colectivo e ninguém foi admitido.

O trabalho continua a ser feito, por muito menos trabalhadores, acabando por sobrecarregar os que trabalham. + Informação

Garante os teus direitos. Sindicaliza-te
CESP Notícias
Contactos CESP
Inquérito / Denúncia
Garante os teus direitos. Sindicaliza-te
Interjovem - CESP Jovem
Aplicação CESP para Telemóvel
CGTP-IN
Seguradora Liberinter
A luta pela redução dos horários de trabalho

_