Loading

DIZ NÃO AO TRABALHO DE BORLA!

DIZ NÃO AO BANCO DE HORAS!

TRABALHADORES DA SONAE, 21 A 27 DE SETEMBRO, VOTA NÃO!

 

A SONAE pretende aplicar o Banco de Horas Grupal através da realização de um referendo de 21 a 27 de Setembro.

 

Neste contexto, a empresa iniciou uma vasta campanha de desinformação que visa apenas enganar os trabalhadores e levá-los a votar sim no referendo para a aplicação do banco de horas grupal.

 

Informa-te junto do teu sindicato sobre o banco de horas e as implicações que terá na tua vida familiar e pessoal!

 

NÃO TE DEIXES MANIPULAR!

SINDICALIZA-TE!

 

+Informação

FNAC: Não pago as contas, a casa e a comida com o banco de horas!

 

A Fnac paga o salário mínimo nacional aos trabalhadores até 8 anos de trabalho e 650€ para quem está há mais de 8 anos na empresa, e muitos dos trabalhadores não são aumentados há vários anos!

 

Com o banco de horas a Fnac pode obrigar-te a trabalhar mais duas horas por dia. O trabalhador vai ficar 12 horas afastado da família pelo mesmo salário!

 

+Informação

Aos Trabalhadores da BRISA

 

Retomada a normalidade possível em virtude da grave situação de crise pandémica que ainda vivemos e os constrangimentos profundos que o estado de emergência impôs, o CESP saúda o profissionalismo demonstrado por todos os trabalhadores durante o período de confinamento.

 

O CESP congratula-se por as empresas do grupo Brisa terem respondido às exigências feitas pela DGS, bem como, às diligências por nós realizadas, procurando sempre salvaguardar a saúde de todos os trabalhadores.

 

 

No entanto, é do conhecimento do sindicato que a empresa pretende fazer regressar os trabalhadores do COP e CCO dispersos em diferentes barreiras de portagem aos seus locais de trabalho, concentrando dessa forma um número bastante numeroso de trabalhadores numa única localização.

 

+Informações

Foi decisiva a intervenção e a persistência do CESP para garantir os postos de trabalho e os direitos dos Trabalhadores do Lar de Marvila!

 

Desde que o CESP tomou conhecimento do despedimento colectivo tudo fez para manter os 79 postos de trabalho em que a única alternativa apresentada era o desemprego.

 

Não aceitámos apenas mãos cheias de intenções que se traduziam em nada e exigimos ao governo garantias de postos de trabalho para os 79 trabalhadores do Lar de Marvila.

 

Na reunião marcada de urgência, realizada no dia 25 de Agosto, com o Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML) e a Vogal do ISS, assumiram o compromisso de que todos os trabalhadores interessados, poderão ingressar na SCML com vínculo efectivo.

 

Realizado no dia 27 de Agosto, foi bastante participado. Informámos quais as condições de ingresso na SCML e esclarecemos todas as dúvidas colocadas.

 

A informação foi recebida com bastante agrado e a maioria manifestou interesse na solução encontrada.

 

Neste processo, o CESP, sindicato de classe que é, não deixou ninguém para trás, exigiu um posto de trabalho para todos os trabalhadores independentemente da sua sindicalização.

 

+Informações

Faleceu Maria Emília Marques destacada dirigente sindical dos trabalhadores do Comércio, Escritórios e Serviços

É com profundo pesar que o CESP transmite a notícia do falecimento de Maria Emília Marques, destacada dirigente sindical dos Trabalhadores do Comércio, Escritórios e Serviços.

 

Ao longo dos anos, enquanto trabalhadora e representante dos seus camaradas de trabalho e sector, Maria Emília Marques sempre esteve na linha da frente, em defesa da melhoria das condições de vida e trabalho de todos os trabalhadores em Portugal.

 

Maria Emília Marques natural do Concelho de Castelo Branco, veio trabalhar para os escritórios centrais do grupo Pão de Açúcar, actual Auchan, no início dos anos setenta do século vinte.

 

Destacou-se como activista em defesa dos interesses dos camaradas de trabalho e na luta pela igualdade.

 

Após o 25 de Abril de 1974, em 1977 integrou a Comissão de Trabalhadores dos Serviços Centrais e a Comissão Coordenadora das Comissões de Trabalhadores do grupo Pão de Açúcar.

 

Foi eleita delegada sindical do Sindicato do Comércio em 1975 e em 1985 foi eleita para a Direcção Sindical do CESL, funções que exerceu até a sua integração no CESP, em Março de 1998. A partir de então passou a integrar a Direcção Nacional do CESP até 2017.

 

Durante vários mandatos integrou a Comissão de Mulheres e mais tarde a Comissão para a Igualdade da CGTP-IN, em representação do CESL e CESP.

 

Foi dirigente da União de Sindicatos de Lisboa ao longo de vários mandatos.

 

Actualmente integrava a Direcção Nacional e a Comissão Executiva Nacional da Inter-reformados da CGTP-IN.

 

A melhor forma de honrarmos o seu exemplo é prosseguirmos a luta pela melhoria das condições de vida e trabalho de todos os trabalhadores.

 

A Direcção Nacional do CESP

ÚLTIMAS NOTÍCIAS CGTP-IN:

Concentrações dia 26 de Setembro (Sun, 20 Sep 2020)
>> Read More

Posição da CGTP-IN acerca da abertura do ano lectivo 2020-2021 (Thu, 17 Sep 2020)
>> Read More

CGTP-IN entrega carta no Ministério dos Negócios Estrangeiros sobre a situação dos trabalhadores Saarauis nos territórios ocupados (Thu, 17 Sep 2020)
>> Read More

Não se responde à epidemia desregulando horários e fragilizando os direitos dos trabalhadores! (Wed, 16 Sep 2020)
>> Read More

O horário de trabalho não pode ser imposto (Wed, 16 Sep 2020)
>> Read More

ÚLTIMAS NOTÍCIAS ACÇÃO E LUTA:

Transportes Sul do Tejo param terça-feira (Sat, 19 Sep 2020)
>> Read More

SMZS: Rotura iminente em serviços de urgência na área de Lisboa e Vale do Tejo (Sat, 19 Sep 2020)
>> Read More

STCP: Ministro diz que “acordo é para respeitar” mas Empresa Pública não cumpre (Sat, 19 Sep 2020)
>> Read More

ÚLTIMAS NOTÍCIAS US LISBOA:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS US SANTARÉM:


Aplicação CESP para telemóveis

Digita o endereço abaixo no navegador do seu telemóvel ou fotografa o QR Code com o leitor de código de barras do teu aparelho:

http://app.vc/cespsindicato


Garante os teus direitos. Sindicaliza-te

Tel: 222 074 200

Fax: 222 037 674

Folheto
LUPA FINAL.jpg
JPG Image 549.9 KB
CGTP-IN
Garante os teus direitos. Sindicaliza-te

Contactos CESP
CESP Notícias
Interjovem - CESP Jovem