AVALIAÇÕES DISCRIMINATÓRIAS NO LIDL

Apesar de ter sido certificado como “Top Employer” (Melhor Empregador) pelo instituto Top Employers, o Lidl discrimina os trabalhadores nas avaliações para não aumentar salários.

 

O modelo de avaliações do Lidl, que determina quem recebe aumentos salariais, não é transparente, permitindo a algumas chefias prejudicar intencionalmente os trabalhadores que tencionam chantagear.

 

Este ano, nem todos os trabalhadores do Lidl tiveram aumentos salariais, com a justificação das avaliações desfavoráveis. Contudo, as chefias do Lidl não informam sobre como as melhorar, e ainda as usam para chantagear os trabalhadores — convidando-os a descer de categoria profissional (com salários mais baixos) ou mesmo a abandonar a empresa.

 

A política salarial do Lidl é discriminatória e injusta, e devia valer à empresa a distinção de “Worst Employer” (Pior Empregador)!

Partilha 

SEGUE-NOS AQUI:


CGTP-IN
Garante os teus direitos. Sindicaliza-te
Contactos CESP