Informação nº9 - ACT BRISA

 

CESP CHEGA A ACORDO!

 

Na 10ª reunião de negociação do processo de revisão do ACT BRISA 2018, realizada a 20 de Abril de 2017, CNS FEPCES/CESP chegou a um acordo com as empresas.

 

Como resultado deste processo negocial:

  • Aumento de 2% para a tabela salarial e restantes cláusulas de expressão pecuniária; (com arredondamento ao euro superior);
  • Criação da letra E de Ajudante Obra Civil no valor de 930,00 euros com passagem garantida de no mínimo 35% dos trabalhadores na letra D (avaliação de 2015,2016,2017 para efeitos de progressão)
    Complemento do subsídio de doença com pagamento dos três primeiros dias para baixas iguais ou superiores a 30 dias;
    Inspecção automóvel, com período de vigência até Maio de 2019;
    Distribuição de Resultados (prémio) nos moldes dos anos anteriores;
  • Vales de refeição e subsídios para compensação de encargos familiares:
    Vales Sociais destinados ao pagamento de creches, jardins-de-infância e    lactários, no valor mensal de € 18 por cada dependente com idade inferior a sete anos;
    Uma prestação pecuniária, por cada dependente, no valor de:
     €122,50 para os dependentes que estejam a iniciar no ano lectivo de 2017/2018 a frequência do 1º ao 4º ano de escolaridade;
     €173,50 para os dependentes que estejam a iniciar nesse mesmo ano lectivo a frequência do 5º ao 12º ano de escolaridade;
      €224,50 para os dependentes, até ao limite de 25 anos, que estejam a frequentar o ensino universitário nesse mesmo ano lectivo.

 

Finalmente neste processo negocial, a FEPCES/CESP com a sua firmeza conseguiu uma reivindicação de longos anos com a criação de mais uma letra para o Ajudante O. Civil. Avanços na recuperação de direitos dos Trabalhadores para além de Tabela Salarial e Restante Pecuniária.
+Informação
info_ACT2018_9.pdf
Adobe Acrobat Document 314.1 KB

Informação a todos os Trabalhadores da MCALL, SA (Contact Center do Grupo Brisa)

 

 

Vale a Pena Lutar!

Alcançados Aumentos Salariais para 2018 para 2018

Os Trabalhadores da Mcall—Contact Center do Grupo Brisa, salientando-se a principal reivindicação do Caderno Reivindicativo apresentado o aumento do salário, alcançam com efeitos retroactivos a Janeiro de 2018 uma progressão na carreira inexistente até então, conforme se apresenta:

A luta por mais direitos continuará e mantendo-se o alvo da integração no IRCT aplicável à empresa.

Juntos Somos Mais Fortes! Informa-te junto do teu delegado(a) sindical!

+Informação
Mcall_Abril_2018.pdf
Adobe Acrobat Document 1.2 MB

Informação nº8 - ACT Brisa 2018

Após a 9ª reunião de negociação do ACT para grupo BRISA, realizada no dia 12 de Abril, vem a CNS da FEPCES/CESP fazer um ponto de situação do processo negocial:
Numa reunião que se esperava de evolução, empresas decidiram voltar atrás e insistir na proposta inaceitável de alteração do descritivo funcional dos Oficiais de Mecânica;
Objectivamente bloquearam a negociação com vista a vergar a CNS e os trabalhadores perante mais uma ofensiva contra os postos de trabalho.
Se havia dúvidas dos objectivos das empresas nesta reunião dissiparam-se todas!
Com várias reuniões empatar o processo negocial, eis que a BRISA dos tempos da troika está de volta! Afinal os 136 milhões de euros de lucros líquidos em 2017 (subiram 48,4% em relação ao ano 2016!)  não foram suficientes. Para 2018 e anos seguintes preparam-se mais lucros chorudos. E COMO?
Mais uma vez à custa dos trabalhadores e através da receita antiga! Reduzem-se mais uns postos de trabalho, sobrecarregam-se os restantes trabalhadores e degradam-se as condições de trabalho e vida.

 

EVOLUÇÕES PARA A TABELA SALARIAL:

  EMPRESAS – 1,4 %
  FEPCES/CESP – 3,1 % (com aumento mínimo de 40,00€)

 

Inacreditável, foi a segunda reunião consecutiva com empresas a promoverem evoluções de uma décima na sua proposta para a tabela salarial!
Agora com a agravante de só estarem disponíveis para um acordo caso seja aceite as alterações às funções do Oficial de Mecânica!
Ou seja: Através de uma chantagem querem esquecer todo o processo negocial e fazer vingar uma proposta inaceitável!
O objectivo: pretendem que o Oficial de Mecânica passe a desempenhar/acumular tarefas do Operador Principal e do Portageiro!
É lamentável a postura das empresas no processo negocial, no entanto já deveriam saber que a FEPCES/CESP não cede a chantagens!

 

UNIDOS IREMOS DAR UMA RESPOSTA ADEQUADA ÀS PROVOCAÇÕES DO GRUPO BRISA!

 

Próxima reunião agendada para dia  19 de Abril de 2018.

 

A CNS FEPCES/CESP

 

Repressão na Autoestradas do Atlântico

Nos últimos dias, a Autoestradas do Atlântico, empresa do Grupo BRISA e concessionária das auto-estradas A8 e A15, lançou mais uma ofensiva sobre os seus trabalhadores com vista a forçar o despedimento dos mesmos.

 

O estratagema foi o habitual: isolar o trabalhadores numa sala onde três chefias o intimidam com as mais diversas falácias.

 

A novidade foi a argumentação utilizada. Agora ameaçam-se os trabalhadores de alegados processos disciplinares com vista a despedimento com justa causa. Caso não pretendam ser alvo destes processos disciplinares devem aceitar a rescisão por mútuo acordo.

 

Denuncia junto do Sindicato qualquer comportamento indesejado com o objectivo de te perturbar ou constranger, afectar a tua dignidade, ou de te criar um ambiente intimidativo, hostil, degradante, humilhante ou desestabilizador.

 

Em 2016, o Grupo BRISA arrecadou um lucro líquido de 91,7M€. Só no 1º semestre de 2017, o lucro líquido foi de 48,7M€, mas perante accionistas insaciáveis, a coberto de uma qualquer medida de gestão, aproveita-se para cortar mais uns postos de trabalho e degradas ainda mais o serviço ao utente!

 

Juntos vamos fazer frente a mais esta ofensiva contra quem trabalha!

Autoestradas do Atlântico - Fevereiro 2018
Folha sindical AEA_Fevereiro18.pdf
Adobe Acrobat Document 283.7 KB

Grupo Brisa: Caderno Reivindicativo. Preparação de propostas para revisão do ACT 2018.

Em Dezembro de 2016 foi apresentado o Caderno Reivindicativo para o ano de 2017. Até ao momento foi possível concretizar algumas das reivindicações, onde se salienta o aumento da tabela salarial, mas no entanto ficou muito aquém do desejado pêlos trabalhadores.

 

O Grupo BRISA continua com dois discursos, um para o exterior onde propagandeia os aumentos brutais de tráfego e consequente aumento de lucros e outros para os trabalhadores onde continua o discurso miserabilista das dificuldades.

 

Os accionistas que em 2012 pagaram 2,76€ por acção ... até 2017 receberam mais de 3€ por de dividendos por cada acção!

 

Através deste discurso tentaram mascarar a real situação das empresa e ignorar a resolução dos problemas dos trabalhadores. Mais grave, com o aumento do tráfego aumentaram as cargas de trabalho sobre os trabalhadores e degradaram-se as condições de trabalho de alguns sectores.

 

Vamos desenvolver contactos com os trabalhadores para juntos, discutirmos e actualizarmos o Caderno Reivindicativo, donde sairão já as propostas para a negociação do ACT 2018!

 

Dia 24 de Novembro de 2017, reunião da Estrutura Sindical das Autoestradas! Faz chegar as tuas propostas ao teu delegado sindical!

Folha Sindical - Grupo Brisa - Novembro 2017
Folha sindical Brisa_Novembro17.pdf
Adobe Acrobat Document 1.4 MB

Reunião com a DRH Brisa

No dia 29 de Agosto o CESP reuniu com a DRH da BRISA, onde foram abordados diversos assuntos, salientando-se:

 

A recusa da Reditus em passar os trabalhadores com funções de Técnicos de Electrónica para os quadros da empresa. Face a esta situação, os trabalhadores e o seu sindicato de classe vão avançar com uma acção em tribunal.

 

O alerta para que os trabalhadores denunciem as situações de incumprimento e exijam o pagamento do trabalho suplementar de acordo com o definido no ACT.

 

E informações várias sobre a Brisa Gestão de Infraestruturas, como o facto de 100% do capital da empresa ser da BRISA, ou que os trabalhadores mantêm as mesmas condições do Fundo de Pensões.

Folha Sindical - Grupo Brisa - Outubro 2017
Folha sindical Brisa_Setembro17.pdf
Adobe Acrobat Document 93.9 KB

Novos Salários com efeitos a 1 de Abril de 2017 na Lusoponte

Ficou concluída a negociação para a revisão dos salários e subsídios para 2017. Os novos salários são processados em Abril de 2017. Em Maio ou Junho a diferença dos salários agora acordados e os pagos nos meses de férias de Janeiro a Março serão pagos sob a forma de prémio de carácter específico e extraordinário.

 

Valores acordados:

 

- Aumento de 1,2% sobre os vencimentos da Tabela Salarial de 2016, a partir de 1 de Abril de 2017, com arredondamento ao Euro superior;

- Fixação do abono para falhas de caixa em €1,86(5) por dia;

- Fixação do subsídio de alimentação em €8,92 por dia;

- Compromisso das partes em discutir no próximo ano carreiras profissionais e progressões;

FS Lusoponte - Maio 2017
Lusoponte.pdf
Adobe Acrobat Document 286.8 KB

21/02/2017

CESP reclama aumento dos salário e respeito pelos direitos na Brisa!

No passado dia 22 de Dezembro, o CESP desenvolveu uma acção de protesto junto da sede da Brisa. Esta acção foi marcada pela entrega das reivindicações dos trabalhadores da empresa em forma de cabaz de Natal, nomeadamente o aumento salarial e a redução para as 35 horas semanais, entre outras exigências que se encontram disponíveis nesta página, na publicação anterior.

CESP entrega cabaz de Natal reivindicativo à Brisa

  1. Aumentos salariais;
  2. Distribuição de resultados a todos os trabalhadores de uma forma justa e de acordo com os lucros reais da empresa;
  3. 25 dias de férias;
  4. 1 dia de tolerância de ponto para todos os trabalhadores;
  5. 35 horas semanais para todos;
  6. Subsídio de Risco para a Assistência Rodoviária e para a Obra Civil, assim como para todos os trabalhos com actividades consideradas de risco;
  7. Criação do Escalão E para todas as categorias onde ainda não exista;
  8. Requalificação de todos os trabalhadores que desempenham funções fora do descrito no seu âmbito funcional;
  9. Reforço dos quadros de pessoal, principalmente na Assistência Rodoviária, Obra Civil e Electrónica;
  10. Colocação de Operadores de Portagem em todas as barreiras de portagem;
  11. Eliminação da escala 5/1;
  12. Eleição dos representantes de Segurança e Saúde no Trabalho.

 

Este cabaz será entregue simbolicamente no dia 22 de Dezembro pelas 10h30, no Campus Brisa.

Acção Brisa cabaz natal 22Dez2016.PDF
Adobe Acrobat Document 413.0 KB

BRISA aprofunda degradação do serviço!

No anterior comunicado, o CESP denunciou opções da empresa que violam o contrato de concessão e promovem a degradação do serviço e das condições de trabalho. Confirmaram-se as piores perspectivas, conforme foi amplamente divulgado na comunicação social. Ao contrário do que seria de esperar, as empresas insistem no caminho da degradação do serviço de cobrança, atendimento e assistência. As empresas contornam a denúncia e reclamações dos utentes através da utilização dos RSF. Com esta artimanha, a entidade fiscalizadora passa ao lado dos reais problemas das autoestradas.

 

No seguimento da vontade dos Operadores Principais junto do CESP, este dinamiza um abaixo-assinado para que estes possam apresentar um conjunto de reivindicações com intuito de melhorar as condições de trabalho:

 

- Garantir um serviço de atendimento e cobrança rápido e seguro tanto para utentes como para os trabalhadores;

- Garantir trabalhadores em todas as barreiras de portagem 24 horas/dia;

- Não à alteração de funções;

- STOP a check-list absurdas e descabidas.

Mais informação:
brisaout16.pdf
Adobe Acrobat Document 343.9 KB

Após reunião realizada com DRH-BRISA, no dia 5 de Fevereiro de 2016, vem o CESP informar os trabalhadores das principais conclusões da mesma:

No Entroncamento, em 22 de Outubro, dezenas de delegados e dirigentes sindicais do Grupo de Brisa, discutiram as reivindicações para melhorar as condições de vida e o emprego com direitos

FOLHA_SINDICAL_Outubro_2015.pdf
Adobe Acrobat Document 377.4 KB
info2_AE2015 - AENL.pdf
Adobe Acrobat Document 53.7 KB
FOLHA_SINDICAL_julho_07072015.pdf
Adobe Acrobat Document 441.8 KB
Brisa confirma na DGERT discriminação dos trabalhadores por ato de gestão
FOLHA_SINDICAL_julho_2015-1.pdf
Adobe Acrobat Document 143.2 KB
info_ACT2015_13.pdf
Adobe Acrobat Document 2.3 MB
FOLHA_SINDICAL_junho_2015.pdf
Adobe Acrobat Document 294.5 KB
info1_AE2015 -AENL.pdf
Adobe Acrobat Document 66.8 KB
info_ACT2015_12.pdf
Adobe Acrobat Document 712.0 KB
FOLHA_SINDICAL_Maio_2015.pdf
Adobe Acrobat Document 524.0 KB

Carta Aberta ao Presidente do Conselho de Administração da Brisa:

#Carta Aberta Brisa 27Abril2015.pdf
Adobe Acrobat Document 65.8 KB

CESP denuncia actividade criminosa na BRISA

O CESP (Sindicato dos Trabalhadores do Comércio, Escritórios e Serviços) acusa a Brisa de comportamento ilegal e criminoso. A empresa, concessionária de um serviço público, estará a violar o Código do trabalho, discriminando trabalhadores em função da opção sindical e assediando e tornando públicas as bases de dados dos trabalhadores sócios e não sócios de Sindicatos.

O CESP está a reunir elementos para avançar com processos-crime contra os autores morais e materiais do assédio e ingerência sindical, promovida em larga escala pela Brisa.

Entretanto, os advogados do CESP vão já avançar com Providência Cautelar para suspender o acto discriminatório antes da sua concretização.

Brisa Info ACT nº9.pdf
Adobe Acrobat Document 465.9 KB
Brisa quer fechar acordo ionformalmente reduzindo o valor do trabalho suplementar e em feriado
info_ACT2015_8.pdf
Adobe Acrobat Document 259.4 KB
info_ACT2015_7#.pdf
Adobe Acrobat Document 229.0 KB
info_ACT2015_6.jpg
JPG Image 232.6 KB

Brisa: Negociações bloqueadas pelas empresas

Após mais uma ronda negocial decorrida no dia 19 de Março, vem a CNS FEPCES/CESP informar os trabalhadores dos desenvolvimentos do processo negocial.

 A FEPCES/CESP mantém a sua posição de 2,5% na tabela salarial. Continua aguardar por parte das empresas que se encontram em 0,5% na tabela salarial e restantes pecuniárias uma evolução. + informação

info_ACT2015_5_.pdf
Adobe Acrobat Document 335.4 KB
CGTP-IN
Garante os teus direitos. Sindicaliza-te

Contactos CESP
CESP Notícias
Interjovem - CESP Jovem