Associação Patronal recusa negociar contrato colectivo!

Os prejudicados são os trabalhadores do comércio de Setúbal.

 

Até 2019, o nosso contrato, sempre foi negociado e actualizada a tabela salarial, sem perda de direitos para os trabalhadores.

 

A nova direcção da associação patronal, constantemente adia a negociação da tabela salarial e com o aumento do Salário Mínimo Nacional (SMN), os trabalhadores não vêem o aumento dos seus salários.

 

A tabela salarial está desactualizada, leva á perda de poder de compra e ao empobrecimento de quem trabalha no comércio no distrito de Setúbal.

 

A partir de Janeiro de 2022, TODOS os caixeiros, correm o risco de receber como salário, o mínimo nacional.

+Informações
retalhistasetjun21.pdf
Adobe Acrobat Document 1.3 MB

NOVOS SALÁRIOS A PARTIR DE 1 DE FEVEREIRO DE 2019

+Informação
retsetubalfev19.pdf
Adobe Acrobat Document 958.6 KB

Acordado Novo Subsídio de Refeição e Novos Salários a partir de 1 de Julho de 2016!

Trabalhadores do comércio a retalho do distrito de setúbal passam a ter, todos, direito a receber subsídio de refeição.


Os trabalhadores do comércio do distrito de Setúbal vêm finalmente os resultados das suas justas  reivindicações pelo direito ao subsídio de refeição, que passa a ser uma realidade a parr de 01 de Julho
de 2016.


Terminado o processo negocial, foi possível chegar a um acordo posivo para os trabalhadores, com aumentos de 10€ e integração de uma cláusula que prevê o direito a subsídio de refeição (muitos anos reclamado pelos trabalhadores e agora alcançado).


O CESP e as associações patronais acordaram ainda, em requerer a Portaria de Extensão do CCT e dos salários a todos os trabalhadores de todas as empresas do comércio a retalho do distrito de Setúbal e obriga a sua aplicação a parr de 1 de Julho de 2016 de acordo com a tabela no verso. + informação  Folha sindical

Folha sindicalRet. Setúbal 2016.pdf
Adobe Acrobat Document 1.1 MB

Comércio a Retalho do distrito de Setúbal

NOVOS SALÁRIOS a partir de 1 de Julho de 2015

Comércio a Retalho do distrito de Setúbal - Novos salários a partir de 1 de Julho de 2015

Ao fim do um processo negocial longo, foi possível chegar a acordo para a revisão global do Contrato Colectivo de Trabalho e tabelas salariais para o ano de 2015.


O CESP e as associações patronais acordaram ainda em requerer a  Portaria de Extensão do CCT e dos salários a todos os trabalhadores de todas as empresas do comércio a retalho do distrito de Setúbal a partir de 1 de Julho de 2015. + informação

Folha sindical Acordo final Ret. Setúba
Adobe Acrobat Document 292.9 KB

Tel: 222 074 200

Fax: 222 037 674

Folheto
LUPA FINAL.jpg
JPG Image 549.9 KB
CGTP-IN
Garante os teus direitos. Sindicaliza-te

Contactos CESP
CESP Notícias
Interjovem - CESP Jovem